Em quarentena população de Machados reclama da falta de água

Sem água nas torneiras, as pessoas , especialmente idosos acima dos 60 anos relataram dificuldades de higienização.
Pelo menos é o que relatou a população, durante participação na Rádio Machados FM, durante toda semana. As pessoas contaram que a falta do abastecimento está comprometendo a limpeza pessoal.
" A gente liga para Compesa e eles não atendem, não falam nada sobre  a água, eu tenho 60 anos e tenho que ficar carregando água, como pode isso?" Questionou uma ouvinte

"Faz mais de 17 dias que está sem água na vila do matador, cohab, Machadinho, Laranjeiras, Bom destino" Informou outra ouvinte. 

Durante a crise da Covid-19, a falta de água prejudica a principal forma de prevenção contra a doença, que é lavar as mãos com água e sabão por 20 segundos várias vezes ao dia. 
 Por telefone, a Compesa informou ao comunicador Pedro Paulo que um cano estourou e o problema seria solucionado, porém, fazem três dias e a Compesa não consertou o problema, não deu solução para o problema, não atende o telefone e não solta nota para a população explicando o motivo da falta de água.

No Rio de Janeiro o Ministério Público  está investigando  a falta de água  nas comunidades durante a pandemia do COVID - 19.

Segundo promotor, um ofício foi expedido para que a Cedae apresente resoluções para os casos em até 48h. 

Entre em contato com a Compesa de Machados através do número 3649-1915

A população de Machados também pode entrar em contato com a ouvidoria do Ministério Público pelo os canais de informações abaixo. 

WhatsApp: (81) 99679 0221
Formulário na internet: https://ouvidoria.mppe.mp.br/#/formulario
Site (assistente virtual Audivia) : www.mppe.mp.br
facebook: ouvidoria_mppe
Disque-MP 127
Carta e pessoalmente


Postar um comentário

0 Comentários